Leguminosas, Hortícolas, Ervas Aromáticas & Especiarias

A Abóbora e os seus benefícios 
  

A abóbora é uma hortaliça da família das cucurbitáceas. A sua coloração atractiva é conferida pelos carotenóides, esta substância que no organismo se transforma em vitamina A, combatendo os radicais livres, moléculas que alteram o código genético das células, causando cancro. A abóbora tem formatos e tamanhos diferentes conforme a sua variedade, dela aproveita-se quase tudo: casca, sementes e polpa. Usa-se em pratos como saladas, purés, cozida ou assada, sopas, pães, em doces secos, ou cremosos, servem para rechear massas, pasteis, as suas sementes são óptimos aperitivos. A abóbora é verdadeiramente multifacetada.


Curiosidades
Prepare um aperitivo delicioso com as pevides/sementes da abóbora. Lave muito bem as pevides e salgue-as, deixe secar durante 24 horas e leve ao forno para tostar. São muito digestivas, a abóbora possuí propriedades laxantes e adstringentes. Cozinhe a abóbora em pedaços grandes com a casca e depois aproveite a casca cozida para picar e juntar ou ao arroz ou à carne picada, fica maravilhoso. Os temperos que combinam com a abóbora são: o sal, a cebola, o alho, o açúcar, a pimenta, a noz-moscada, a canela, o gengibre.

Valor Calórico: 100 gramas de abóbora cozida possuem 40 calorias.

Como comprar
Apesar de parecer robusta a abóbora é muito delicada por isso quando estiver a comprar tenha cuidado com os seguintes sinais: casca amolecida, suja ou manchada, que apresente polpa amolecida, mofada ou com manchas, se estes sinais existirem a abóbora não está nas melhores condições para consumir, prefira as abóbora que têm a casca sem brilho, pois isso quer dizer que a mesma está no ponto certo de maturação, se tiver brilho é sinal de que foi apanhada antes do tempo e que está verde.

Como Armazenar
Se inteira dura cerca de 3 meses em local fresco e seco, cá na quinta conseguimos preservá-la até a 8 meses. No frigorífico pode conservar em sacos de plástico por 1 semana, também pode congelar.


Propriedades e Indicações
Entre as propriedades da abóbora estão as de ser adstringente, laxante e diurética. A abóbora possui grandes quantidades de vitaminas, antioxidantes (vitamina C, E e betacaroteno (provitamina A). Possui também boas quantidades de vitaminas do complexo B (B1, B2 e B5, fibras e os minerais cálcio, fósforo, ferro e potássio. 

Devido ao seu grande conteúdo de betacaroteno (provitamina A), seu consumo ajuda a diminuir o risco de cancro, doenças do coração, derrame e cataratas. As sementes, para os índios Cherookee, podem curar cólicas, diminuir pedras nos rins e acalmar febres desde que servidas em chás. Na Índia, a polpa da abóbora é colocada directamente sobre a testa aliviando as dores de cabeça e nas Filipinas faz-se um caldo do pé de abóbora que é recomendado na cura de dores de ouvido. A abóbora tem alto valor nutritivo, contém caroteno, um elemento óptimo para fortalecer a visão, vitaminas do complexo B e sais minerais. O sumo retirado das flores é digestivo: as sementes são vermífugas, mas com efeito lento e quando trituradas fornecem um suco refrigerante, próprio para os períodos de febre e nas inflamações das vias urinárias como cistite e hipertrofia prostática.


..................................................................................................................................................................

CanelaCinnamomun zeylanicum e Cinnamomum cássia
A caneleira (Cinnamomum zeylanicum, sinônimo C. verum) é uma pequena árvore com aproximadamente 10–15 m de altura, pertencendo à família Lauraceae. É nativa do Sri Lanka, no sul da Ásia. As folhas possuem um formato oval-longo com 7–18 cm de comprimento. As flores, que florescem em pequenos maços, são esverdeadas e possuem um odor distinto. A fruta, arroxeada, com aproximadamente 1 centímetro, produz uma única semente. A canela é a especiaria obtida da parte interna da casca do tronco.
 A Canela em pó é muito usada em doces, combina muito bem com frutas como banana e maçã, assim como em sobremesas e bebidas feitas com chocolates, café e licores. É muito usada também na confeitaria em bolos, pães e biscoitos. Dá um toque especial a pratos salgados, use uma pitada em bolos de carne moída e ensopados de carne, carneiro ou frango. Na Ásia é usada ainda em pratos com arroz, vegetais e lentilhas. A Canela em pau também é muito usada para fazer doces, mas deve ser adicionada em preparações de cozimento lento e que tenham caldo/a. Use quando você quiser o sabor da canela.
Propriedades Medicinais:
Estudos da Associação de Medicamentos dos Estados Unidos (USDA) indicam que o uso de canela na quantidade de uma colher de chá diariamente reduz significantemente o açúcar no sangue e melhora a taxa de colesterol (LDL e triglicerídeos). Os efeitos, que podem ser conseguidos ao utilizar canela em chás, beneficiam também diabéticos. Não se sabe ao certo se o consumo de canela é efectiva no combate à hipertensão arterial. Há três estudos em andamento monitorizando a questão do efeito na pressão sanguínea.
In: Wikipédia



Aipo - Apium Graveolens 



Família: Família das cenouras (Apiaceae)
Origem: O Aipo Selvagem é originário da bacia do Mediterrâneo e pode ser encontrado em quase todas as regiões costeiras da Europa. Usado como Vegetal, contém muitas vitaminas e já era um imprescindível na cozinha dos Gregos e dos Romanos.

Usos:
Cozinha:
Frescas ou secas, as folhas são utilizadas para temperar molhos salada, guisados, sopas e assados. Tal como os bolbos as sopas são óptimas para a confecção de sopas. O Aipo de caule pode ser servido com um molho á parte ou em saladas. Os bolbos são muito saborosos frescos ou guisados.

Propriedades Medicinais:
As folhas contêm óleos essenciais que tem um forte efeito diurético e purificante do sangue. Pode preparar um chá muito saudável deitando 1 chávena de água morna sobre duas colheres de sopa de folhas de aipo. O aipo de caule e o de bolbo usam-se para combater sintomas de reumatismo, por isso devem ser incluídos na alimentação de pessoas que sofrem desta doença.

In "O Guia das Ervas Aromáticas"

Sem comentários:

Enviar um comentário